Estão abertas as inscrições para o curso “O capitalismo e a luta pelo socialismo no século XXI”, oferecido pela Escola Latinoamericana de História e Política (Elahp), com o objetivo de discutir em detalhe a situação, as contradições e as perspectivas do capitalismo.

O curso será oferecido em módulos independentes, que para todos os efeitos serão cursos autônomos entre si: um sobre o capitalismo, outro sobre o capitalismo latino-americano e outro sobre capitalismo e a luta pelo socialismo no século XXI.

Os alunos inscritos assistirão às aulas pela plataforma de reuniões Zoom. Vagas limitadas a 90 participantes. Cada aula terá 2 horas de duração.

Matrículas

A Escola Latino-americana de História e Política é uma iniciativa autossustentável e sem fins lucrativos, todas e todos docentes são voluntários.
As contribuições destinam-se a custear os custo operacionais da escola.
A contribuição para esta atividade é de R$ 50,00 (cinquenta reais), podendo ser parcelado. Mas caso você não tenha condições de arcar com esse valor envie um email para matricula@elahp.com.br e solicite um desconto.

Programa do curso I: o capitalismo

Horário: sempre das 21h às 23h exceto quando indicado

14 de setembro, segunda

Aula 01 – O capitalismo: história, situação, contradições e perspectivas. Prof. Valter Pomar

O capitalismo como resultado da evolução histórica. Formações históricas anteriores e a dialética de evolução e transformação. A dinâmica da evolução e desenvolvimento capitalista: força de trabalho livre; mercado de compra da força de trabalho; revoluções industriais científicas e tecnológicas; a apropriação da mais valia, suas transformações; o progressivo descarte da força de trabalho (desemprego tecnológico) e a necessidade de produzir lucro através do dinheiro fictício. A contradição entre a crescente capacidade produtiva capaz de atender a todas as necessidades humanas e a tendência do desemprego tecnológico. A dinâmica geral do capitalismo como modo de produção e sua relação com o entorno social.

15 de setembro, terça

 

Aula 02 – A geopolítica do capitalismo: economias nacionais e economia mundial (parte 1). Prof. Mateus Santos

Os diferentes processos de surgimento, evolução e desenvolvimento inicial capitalista: as cidades-Estados da acumulação primitiva; Holanda; Inglaterra; França; Alemanha. A exploração colonial como coadjuvante do desenvolvimento capitalista e as contradições intercapitalistas pelo domínio colonial.

16 de setembro, quarta

Aula 03 – A geopolítica do capitalismo em sua fase imperialista: economias nacionais e economia mundial (parte 2). Prof. Breno Altman

O caso particular dos Estados Unidos e seu rápido desenvolvimento promovido pelas Guerras Mundiais e pela Guerra Fria. Os diferentes processos nacionais de desenvolvimento, a crescente globalização e os diferentes problemas nacionais decorrentes

17 de setembro, quinta

 

 

Aula 04 – A sociologia do capitalismo: capitalistas, assalariados e outros setores sociais. Profa. Joana Salem

A universalidade e a particularidade da propriedade privada no capitalismo: a igualdade dos seres humanos como proprietários privados de força de trabalho; a desigualdade dos seres humanos como proprietários privados de forças produtivas. O mercado como a arena de compra e venda de força de trabalho livre para operar as forças de trabalho e como área de distribuição e circulação das mercadorias. O salário como preço de venda da mercadoria força de trabalho, como expressão do valor da reposição dessa força de trabalho. A mais-valia como a parte não paga de dispêndio da força de trabalho e base do lucro do proprietário das forças produtivas. A diversidade dos proprietários de forças produtivas e de forças de trabalho no mercado e sua classificação social. Capitalistas de diferentes tipos e tamanhos; trabalhadores pequenos proprietários; trabalhadores assalariados.

18 de setembro, sexta

Aula 05 – A dinâmica do capitalismo: finanças, bens de capital, bens de consumo, tecnologia. Prof. Vitor Schincariol

O dinheiro, ou as finanças, como mercadoria universal. Os meios ou forças de produção, ou bens de capital. Os bens de consumo e a reprodução da força de trabalho. O mercado financeiro e seus problemas críticos. A ciência e a tecnologia como indutoras da produtividade do trabalho humano e de sua substituição histórica como força produtiva. Os desafios da força humana de trabalho na sua relação com o mercado capitalista.

19 de setembro, sábado

Aula 06 – A economia política e a crítica da economia política. Valter Pomar

Programa do curso II: o capitalismo latinoamericano

Horário: sempre das 21h às 23h exceto quando indicado

21 de setembro, segunda

Aula 01 – A economia política clássica e a América Latina. Prof. Ramon Vicente Garcia Fernandez

22 de setembro, terça

Aula 02 – Marx, Engels e a América Latina. Profa. Olivia Carolino

23 de setembro, quarta

Aula 03 -O debate sobre o imperialismo e a América Latina. Profa. Virginia Fontes

24 de setembro, quinta

ATENÇÃO!
AO VIVO: 16h
RETRANSMISSÃO: 21h

Aula 04 -O capitalismo pós-Segunda Guerra, o keynesianismo e a América Latina.Prof. Guilherme Magacho, Doutor pela Universidade de Cambridge, Economista na Agence Française de Développement (Agencia Francesa de Desenvolvimento) e Professor do PPGE da UFABC

25 de setembro, sexta

Aula 05 – O neoliberalismo e a América Latina. Profa. Laura Tavares

Apresentação

O título da conferência “Ajuste Neoliberal e Desajuste Social na América Latina” é o mesmo título da minha tese de Doutorado, defendida na UNICAMP em 1995, e posteriormente publicada em livro em 2001 pela Editora Vozes / RJ (sob o mesmo título).
É indispensável, portanto, contextualizar algumas afirmações no debate então travado naquele período (1995), quando recém assumia no Brasil a presidência da república Fernando Henrique Cardoso. Na verdade, essa tese alertava para o perigo da experiência neoliberal, tardia no Brasil, já vivenciada em outros países latinoamericanos.
O tema é fruto de pesquisas feitas sobre o impacto dos diferentes ajustes estruturais, aqui denominados de neoliberais, sobre a situação social e os sistemas de proteção social em diversos países da América Latina ao longo dos anos 80 e 90. 
São caracterizados os principais modelos de ajuste nos distintos países e nos diferentes períodos de sua implantação, com suas respectivas diferenças e características comuns. 
Os principais impactos são, de um lado, o agravamento da desigualdade e o surgimento de novas situações de exclusão social e pobreza; e, de outro, o desmonte e o redesenho das políticas sociais, em especial aquelas referentes à Seguridade Social (Previdência, Saúde e Assistência Social). Esse redesenho foi realizado através de sucessivas reformas, denominadas de neoliberais, inseridas nas reformas do Estado em cada um dos países latino-americanos. Estas reformas visavam, em última instância, ajustar os Estados às novas demandas do capital dominante, agora em sua versão financeira. A tese principal é de que quanto maiores e mais profundos os ajustes, mais profundas seriam suas consequências sociais e mais difíceis suas possibilidades de reversão. Isto se torna particularmente importante quando assumem, a partir dos anos 2000 (já no século XXI), em diversos países da América Latina, governos com políticas populares e anti-neoliberais (com distintas intensidades).

26 de setembro, sábado

Aula 06 – Teorias latino-americanas do desenvolvimento, do subdesenvolvimento e da dependência.
Profa. Fernanda Cardoso

27 de setembro, domingo

Aula 07 – A experiência dos governos progressistas no século XXI. Prof.
Breno Altman

Programa do curso III: o capitalismo e luta pelo socialismo no século XXI

Horário: sempre das 21h às 23h exceto quando indicado

28 de setembro, segunda

Aula 01 – A crise dos anos 1970 e o surgimento do capitalismo neoliberal. Profa. Juliane Furno

29 de setembro, terça

Aula 02 – O fim da URSS e seu impacto na luta pelo socialismo. Prof. BrenoAltman

30 de setembro, quarta

Aula 03 – O socialismo de mercado chinês e seu impacto na luta pelo socialismo. Profa. Valéria Lopes Ribeiro

1 de outubro, quinta

 

Aula 04 – A crise de 2008 e o debate sobre o presente e o futuro do capitalismo. Prof. Arturo Guillen

2 de outubro, sexta

Aula 05 – Alternativas capitalistas ao capitalismo. A utopia do desenvolvimento permanente e ascendente. A renda mínima (o “capitalismo de guerra”). A socialdemocracia. Profa. Maria Carlotto

3 de outubro, sábado

Aula 06 – A economia política do capitalismo contemporâneo e as perspectivas da América Latina. Agumas tendências da economia mundial, os realinhamentos geopolíticos e a centralidade da AL na disputa global por recursos naturais estratégicos. Profa. Monica Bruckman

4 de outubro, domingo

Aula 07 – Alternativas socialistas ao capitalismo. Ilhas de socialismo no interior do capitalismo (comunidades, cooperativismo). O socialismo soviético e suas contradições. O socialismo de mercado e suas contradições. As diferentes transições. Prof. Valter Pomar

 

Deixe uma resposta